Página Inicial
Restauratus Conservação
e Restauração de Bens
Culturais Móveis Ltda
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
.
.
 
Encontro Museus e Patrimônio
 
César Baía, Eurípedes Junior e Júlia Pereira
25/01/2009


A Casa da América Latina realizará o Encontro Museus e Patrimônio: zonas de
sombras, silêncios e esquecimentos, no âmbito do Fórum Social Mundial2009,
em Belém/PA de 29 de janeiro a 01 de fevereiro de 2009.

Ressaltamoos que trata-se da continuidade do debate ocorrido no 1º Encontro
Museus e Patrimônio na Construção de Outro Mundo Possível, realizado na
UNIRIO em janeiro de 2008.
A idéia inicial é pensar os museus e os patrimônios como processos capazes
de contribuir para ruptura do modelo de dominação cultural cujos discursos
regem a dinâmica dos países ocidentais. A partir da constatação que as
práticas de preservação do Patrimônio ainda são fortemente marcados por
ações estatais, que o fortalecimento dos movimentos sociais e as novas
concepções de cultura não mudaram, efetivamente, o cenário do campo,
pretende-se empreender um debate sobre novos temas e enfoques, visando
discutir os museus e patrimônios como constituintes do processo de
transformação social.

Para tanto, será realizada uma mesa redonda com a participação de
epresentantes da Casa da América Latina (RJ), da Comissão de Anistia do
Ministério da Justiça (DF), do Projeto Cuias de Santarém (PA) e do Museu de
Imagens do Inconsciente (RJ). Essa composição sugere o encontro de
militantes e profissionais de diferentes formações, que atuam na área da
cultura, seja em iniciativas públicas, privadas ou em organizações não
governamentais. Propõe-se refletir sobre as tensões entre o Estado e a os
movimentos sociais com o objetivo de fomentar o debate sobre o direito à
memória e sua interface com os museus e patrimônios, um dos alicerces do
Estado de Direito em nações marcadas por regimes de exceção.

Nesse sentido, Comissão de Anistia do Ministério da Justiça, parceira desde
o 1º Encontro, realizará uma segunda atividade: Os Desafios para a
Consolidação da Justiça de Transição na América Latina; onde se propõe o
debate de Justiça de Transição com vistas a propiciar a reflexão sobre os
quatro pilares que sustentam o processo de transição democrática, quais
sejam: direito à justiça, a memória, a reparação e as transformações
institucionais.

 
 
Mais Notícias   Página Incial
 
 
Web Desing by rg77 Rua Demétrio Ribeiro, 1168 - Loja 5 ..Fone: (51) 3228.8965 .Cep: 90.010-313 ..Porto Alegre / RS