Página Inicial
Restauratus Conservação
e Restauração de Bens
Culturais Móveis Ltda
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
.
 
 
1- Quanto a iluminação.

Deve-se evitar que a luz natural incida diretamente sobre a obra, devido à emissão de radiação ultravioleta, extremamente prejudicial à sua conservação. Neste caso, o uso de cortinas ou filtros nas janelas são recomendados.

As lâmpadas incandescentes (lâmpadas comum de cor amarela) ou alógenas, apesar de pouca emissão de ultravioleta, emitem raios infravermelhos (calor) e por isso não devem ser colocadas muito próximas à obra. Quanto à iluminação fluorescente (tubos brancos), poderosa fonte de ultravioleta, deve-se recorrer à utilização de tubos filtrantes ou lâmpadas especiais com baixo grau de emissão de ultravioleta.

2- Quanto a temperatura e umidade.

Este é um dos maiores problemas num país com um clima onde temperatura e umidade relativa altas são constantes e as estações do ano não são bem definidas. Nessas condições os fungos encontram terreno propício para maior proliferação e os insetos procriam-se sem a interrupção das diferentes estações. Para uma conservação apropriada deve-se evitar a poeira, temperatura e umidade relativa altas. O uso de ar condicionado e desumidificadores pode ser a solução. Mas deve-se estar atento para que, uma vez que se opte pelo uso do ar condicionado, seu funcionamento deve ser ininterrupto, já que a oscilação de temperatura e umidade é extremamente prejudicial.

3- Quanto a higienização.

A limpeza do mobiliário e os hábitos de higiene do local são muito importantes. A poeira e demais impurezas devem ser retiradas. As telas devem ser limpas sem atritos em sua superfície, para evitar que a pintura seja danificada. Usar preferencialmente um espanador de plumas bem macias.

A higienização para a observação de possível infestação por insetos é recomendável.

4- Quanto a infestação de insetos e fungos.

Se forem observadas as condições acima expostas pode-se evitar a proliferação e infestação de fungos e insetos. Caso já tenha ocorrido, deve-se procurar um técnico em conservação/restauração para que este oriente o proprietário da melhor maneira possível e sem causar danos ao acervo. Os produtos existentes no mercado são extremamente tóxicos e danosos as obras, deixando muitas vezes resíduos.

5- Quanto ao acondicionamento e manuseio.

A guarda do acervo deve ser feita utilizando-se materiais que possam, de alguma forma, retardar processos de deteriorização. Assim, os quadros não devem ser pendurados em paredes úmidas ou que recebam muita luminosidade. O paspatour usado nos quadros deve ser de material neutro ou alcalino.
 
 
 
Voltar   Página Incial
 
 
Web Desing by rg77 Rua Demétrio Ribeiro, 1168 - Loja 5 ..Fone: (51) 3228.8965 .Cep: 90.010-313 ..Porto Alegre / RS